All posts by Keila Maia

Olá, galera. Demorei para aparecer, mas enfim saí atrás da moita... rsrss . Sou enfermeira, graduada pela Universidade Estadual de Santa Cruz, desde 2002. Pós graduada em Gerontologia Social, pela UESC, desde 2005, e em Saúde Coletiva ,pel FTC, 2009.Atuo na área de Saúde Coletiva da qual gosto, como servidora pública municipal em Ibirataia-BA, e amo o trabalho na área gerontológica. Além disso, atuo também como educadora na Educação Profissional de nível técnico. no Centro Territorial do Médio Rio das Contas( Ipiaú-BA) . Espero contribuir neste espaço com reflexões acerca da saúde em geral, e do Idoso, e na área da Educação.
fim

Chikungunya : a nova febre do momento

Fonte: http://vivabemaki.com.br/febre-chikungunya/ Na Bahia, já é Carnaval, mas a febre do momento não é uma música, ou nem dança, nem mesmo grupo de música, estamos falando mesmo da Febre da Chikungunya, que desde meados de 2014, tem afetado o país de forma mais importante, e a Bahia, de forma especial. Visto que no ano passado, dos 2.847 casos confirmados de Chikungunya ,94 foram importados(pessoas que viajaram para países com transmissão da doença como Haiti, República Dominicana, Venezuela e Ilhas do Caribe) ,o estado da Bahia ocupou…

Read More »

dedo

Acidente com material biológico: vale a pena arriscar?

Diariamente nos serviços de saúde, diversos profissionais sofrem acidentes de trabalho com material biológico e/ou perfuro-cortante. Estes tipos de acidentes são os que envolvem sangue ou outros fluidos orgânicos potencialmente contaminados, sendo considerados extremamente perigosos por serem potencialmente capazes de transmitir mais de 50 tipos de patógenos diferentes. Sendo que, os agentes infecciosos mais frequentemente relatados são o vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) e os vírus das hepatites B (HBV) e C (HCV). Os tipos de exposição envolvendo material biológico consideradas de risco são: exposições…

Read More »

leshmaniose

Leishmaniose: um desafio para Saúde Pública

                 A Leishmaniose é uma doença que causa milhares de óbitos anualmente, sendo endêmica em cerca de 98 países conforme dados da Organização Mundial de Saúde. Atingindo, em especial, os países em desenvolvimento do qual o Brasil faz parte, tem relação direta com a situação social e econômica que envolve condições precárias de habitação e subnutrição.             É causada por um protozoário do gênero Leishmania, da família Trypanosomatidae, transmitida pela picada do inseto…

Read More »

gravida

Sífilis Congênita: Precisamos prevenir

A Sífilis Congênita afeta milhares de crianças, em especial as menores de um ano de idade. Dados do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde sobre Sífilis em 2012  coloca o Nordeste no segundo lugar em registros dos casos, com 25.133 registros. Entre as gestantes foram notificados no Sistema de Notificação de Agravos Notificáveis (SINAN) 57.7000 casos  entre 2005 a 2012. E 80.012 casos de sífilis congênita em menores de um ano entre 1998 a 2012. O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (CREMEB) e…

Read More »

banner-PADI

Atenção Domiciliar ao Idoso: uma reflexão

A Atenção Domiciliar (AD) tem se consolidado como nova modalidade de atenção à saúde, sendo esta substitutiva ou complementar às já existentes, em que as ações de assistência à saúde acontecem no espaço domiciliar por uma equipe multiprofissional. A Portaria GM 963/2013 descreve que estas ações de prevenção e promoção à saúde, tratamento de doenças e reabilitação devem ocorrer de forma articulada e integrada à Rede de Saúde, com garantia de continuidade do cuidado. Existem três tipos de modalidade AD: AD1, AD2, AD3. A AD1 envolve…

Read More »

mãos c remédio

Medicamentos 03 – Polifármacia em Idosos: O que é isso??? Por Keila Maia

É muito comum que com o processo do envelhecimento surjam problemas de saúde, que se tornando crônicos levem as pessoas idosas a fazerem uso contínuo  e na maioria das vezes exacerbado de medicações , que nem sempre  são necessárias. E por outro lado, ocasionam uma série de reações adversas , levando ao surgimento de outros sintomas, e conseqüente uso de novas medicações para saná-las . Para maior entendimento, é necessário compreender a definição de Polifármacia, bem traduzido por Papaléo (2005) como”  uso concomitante de fármacos,medida…

Read More »

javaversion1

Social Widgets powered by AB-WebLog.com.